CANNADOURO Feira Internacional de Cânhamo do Porto

A Feira Internacional CANNADOURO realizar-se-á numa cidade e num país com um grande passado histórico relacionado com o Cânhamo, o seu cultivo, transformação e utilização nas aventuras naúticas portuguesas. Utilizando o Rio Douro como rota natural, o cânhamo cultivado em Trás-os-Montes (Nordeste de Portugal) era escoado para o litoral em bruto ou transformado em cordas, e velas ou em bra para selar o casco das naus e caravelas que permitiram à Europa re-descobrir os oceanos mundiais.

A CanaDouro pretende reactivar a ligação histórica da cidade do PORTOe de PORTUGAL com o CÂNHAMO nas suas 3 grandes vertentes actuais:

USO INDUSTRIAL
USO RECREATIVO : AUTO-CULTIVO USO MEDICINAL

O USO INDUSTRIAL do cânhamo em Portugal actualmente é inexistente, embora o potencial ambiental e tecnológico deste recurso natural renovável seja altamente signi cativos e tenha já grande expressão mundial.

No entanto nas vertentes recreativa e terapêutica do cânhamo o cenário é distinto.

O USO RECREATIVO e o AUTO-CULTIVO de cannabis fazem parte da sociedade actual portuguesa.Tendo- se gradualmente tornado presente na sociedade portuguesa há cerca de 4 décadas hoje em dia é uma realidade transversal a todas as classes soció- economicas no nosso país. A sociedade civil manifesta- se anualmente pela legalização e vozes partidárias com assento parlamentar defendem abertamente a legalização do uso recreativo e medicinal.

Segundo o “Relatório Europeu sobre Drogas 2015: Tendências e evoluções” -, elaborado pela agência da UE de informação sobre droga (EMCDDA) Portugal tem uma estimativa de consumo de cannabis de 9,4 por cento do total da população.

O USO MEDICINAL em Portugal é uma realidade em claro crescendo, sendo cada vez maior o número de portugueses que recorrem à cannabis com intuito medicinal, incluindo assim o óleo de CBD extraído do cânhamo no leque caseiro de tratamentos naturais cada vez mais procurados, de forma a evitar a utilização exclusiva de medicamentos farmacêuticos.

Por outro lado são várias as empresas internacionais com interesse em cultivar cânhamo em Portugal país devido às excelentes condições climatéricas e de exposição solar.

Os nossos OBJECTIVOS:

USO INDUSTRIAL

Contribuir para a reactivação do cultivo industrial do cânhamo em Portugal, apresentando vários exemplos internacionais de empresas deste sector, a nível do vestuário, alimentação, cosmética, eco-construção, entre outras actividades, tentando fazer frente ao preconceito social relativamente a esta planta multi- versátil.

USO RECREATIVO

Contribuir para a promoção de um uso consciente da cannabis de forma a prevenir e minimizar problemas de saúde individual e pública. No mesmo sentido aceitar o AUTO-CULTIVO contribui para deslocar o uso recreativo da cannabis de meios ilícitos e violentos.

A organização da feira pretende trazer a Portugal as mais recentes tecnologias e mostrar toda a capacidade inovadora e empreendedora das empresas que operam a nível europeu neste sector de negócios.

USO MEDICINAL

A CannaDouro ambiciona dar visibilidade a todas as potencialidades e faculdades terapêuticas da cannabis, trazendo igualmente a Portugal empresas e estimulando um amplo debate nacional na soiedade em torno do tema.

A CannaDouro deseja recolocar o Porto
e Portugal no calendário internacional de feiras e certames relacionados com a cultura canábica que se realizam por toda a a Europa.

LOCAL

CENTRO DE CONGRESSOS DA ALFANDEGA ,

Porto, Portugal http://www.ccalfandegaporto.com/

Best Business Destinations Travel Awards 2014 e 2015.

DATA

18 e 19 de Novembro de 2017

Localizado no centro histórico do Porto na margem do Rio Douro num edifício histórico recuperado pelo Arquitecto Souto Moura, vencedor do Prémio Pritzker em 2011.

Post Author: admin

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *